Skip to Content

Tuesday, December 10th, 2019

Fotos mostram estrago em destróier dos EUA após colisão com…

Closed
by August 21, 2017 General
O destróier de mísseis da Marinha dos EUA USS John S. McCain é visto após a colisão em Cingapura – AHMAD MASOOD / REUTERS

WASHINGTON — Após a colisão com um petroleiro a leste de Cingapura, um destróier americano ficou com um buraco em seu casco abaixo da linha da água. Fotos mostram o estrago que provocou o acidente que aconteceu na madrugada desta segunda-feira, que provocou o alagamento de compartimentos e deixou 10 marinheiros desaparecidos e cinco feridos, segundo a Marinha americana.

— Relatos iniciais indicam que o John S. McCain sofreu danos em sua lateral — disse a Marinha. — Há no momento 10 marinheiros desaparecidos e cinco feridos.

Quatro dos feridos foram levados de helicóptero do navio para um hospital em Cingapura sem risco de morte, e o quinto não precisou ser hospitalizado.

Dano a lateral do destróier USS John S. McCain é visível enquanto o navio vai em direção à base naval de Changi, em Cingapura – Mass Communication Specialist 2nd Class Joshua Fulton / AP

Apesar da colisão, o destróier seguiu para a base naval Changi nesta segunda-feira por meios próprios. O dano significativo no casco resultou no alagamento de compartimentos, incluindo área de acomodação da tripulação, maquinaria e sala de comunicações, de acordo com a Marinha, mas tripulantes conseguiram evitar um alagamento ainda maior.

Veja também

A colisão entre o destróier de mísseis teleguiados USS John S. McCain e o petroleiro Alnic MC foi a segunda envolvendo embarcações militares americanas e navios mercantes em águas asiáticas em pouco mais de dois meses. Os dois navios bateram no momento em que o destróier seguia para Cingapura para uma parada de rotina em um porto, de acordo com a Marinha.

O navio irmão do USS John S. McCain, o USS Fitzgerald, quase afundou na costa do Japão após ser atingido por um navio de contêineres das Filipinas em 17 de junho. Os corpos de sete marinheiros, com idades entre 19 e 37 anos, do USS Fitzgerald foram encontrados na alagada área de acomodação da embarcação por mergulhadores um dia depois da colisão. Uma investigação tenta determinar as causas do acidente.

O petroleiro é um navio-tanque de mais de 30 mil toneladas usado para transportar petróleo ou produtos químicos, de acordo com o site especializado Marine Traffic.

— É lamentável — declarou o presidente americano, Donald Trump, na primeira reação aos jornalistas que o questionaram sobre o acidente em seu retorno a Casa Branca após as férias.

“Pensamentos e orações para nossos marinheiros a bordo do ‘John S. McCain’, onde acontecem tarefas de resgate”, escreveu em seguida no Twitter.

O nome do destróier é uma homenagem ao pai e ao avô do senador John McCain, ambos ex-almirantes da Marinha americana durante a Segunda Guerra Mundial.

O destróier de mísseis USS John S. McCain ficou com um buraco em sua lateral após a colisão com um navio petroleiro – ROSLAN RAHMAN / AFP

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM

Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.
Email inválido.{{mensagemErro}}

Previous
Next