Skip to Content

Thursday, November 21st, 2019

Jovem que vendeu doces no ES para rever namorada casa em Singapura

Closed
by April 21, 2016 General
Jovem que vendeu brigadeiros para reencontrar namorada casa em Singapura (Foto: Arquivo Pessoal/ Miqueias Rohr)Jovem que vendeu brigadeiros para reencontrar namorada casa (Foto: Arquivo Pessoal/ Miqueias Rohr)

O jovem do Espírito Santo que vendeu mais de 8 mil brigadeiros para reencontrar a namorada na Austrália realizou um sonho na manhã desta quarta-feira. Miqueias Rohr, de 28 anos, casou com a amada, Rebecca Ang, de 24 anos, em Singapura.

O casamento foi transmitido ao vivo pelo Facebook do jovem, que explicava a cerimônia e mandava recado para a mãe e os amigos que acompanhavam on-line.

Morador de Anchieta, no Litoral Sul do Espírito Santo, Miqueias  começou a vender os doces em agosto de 2014 e, cinco meses depois, conseguiu R$ 8 mil para bancar a viagem e reencontrar a namorada na Austrália.

saiba mais

Miquéias conheceu a namorada em 2013, enquanto fazia um curso de especialização em designer de produtos, na Austrália. Ela é de Singapura, mas mora na Austrália para estudar.

“Nos conhecemos em uma escola de música. Éramos apenas amigos. O povo asiático é muito sério. Só começamos a apostar no namoro quando já estava quase de partida”, comentou   Miqueias quando começou a vender os brigadeiros.

Ao final do intercâmbio, em janeiro de 2014, o jovem teve de voltar para o Brasil, mas decidiu apostar no romance. Ele teve a ideia de vender 10 mil brigadeiros a R$ 1 cada, para juntar dinheiro suficiente para comprar a passagem para Sidney e se manter por algum tempo no local.

Em cinco meses, o jovem arrecadou R$ 8 mil, R$ 2 mil a menos do que precisava. Mas, com o apoio financeiro do irmão, ele alcançou o objetivo.

Foto tirada na época que Miquéias vivia em Sidney (Foto: Arquivo Pessoal)Foto tirada na época que Miquéias vivia em Sidney (Foto: Arquivo Pessoal)

Campanha
Uma campanha nas redes sociais – “Operação Rebecca: um resgate de amor” – divulgou a história e o sonho de Miqueias, que vendeu os doces por R$ 1,00 em faculdade, igreja e trabalho para atingir seu objetivo.

O brigadeiro, tipicamente brasileiro, já era um velho conhecido dele. Sua mãe sempre fabricou os doces para vender e ajudou o filho a realizar seu sonho

Previous
Next