Skip to Content

Rummenigge: «Se Renato for cedido… é por 1 ano no máximo»

Closed
by July 28, 2017 General

Um dia depois de Marco Fassone, dirigente do Milan, ter admitido que as negociações com o Bayern por Renato Sanches estagnaram face às exigências dos alemães, Karl-Heinz Rummenigge, administrador geral dos bávaros, foi claro quanto ao futuro do internacional português, de 19 anos: vender, nem pensar.

“Esta é uma história com um final ainda em aberto. Estive nos últimos dias em Singapura e tive uma longa conversa com o Renato, durante a qual partilhámos ideias e pensamentos. Na verdade, ele não tem necessariamente de ir embora. O que ele quer é jogar e isso é claramente o mais importante. Todos nós concordámos com essa opinião. O Renato é um jogador jovem e pretende ter o maior número de minutos possível para continuar o seu crescimento. Caso não seja possível fazê-lo aqui, teríamos de o emprestar. Mas se Renato for cedido, é por um ano no máximo. Não queremos vendê-lo. Mas ainda não tomámos uma decisão, vamos aguardar”, disse o dirigente alemão, de 61 anos, deixando ainda uma garantia a Renato: “Nós ainda estamos convencidos de que ele pode ser um bom jogador e muito útil ao Bayern. O Carlo [Ancelotti] vai certamente agora dar-lhe oportunidades.”

O médio tem sido utilizado por Ancelotti nos particulares da International Champions Cup e tem respondido bem depois da exibição menos feliz diante do Arsenal, em que foi criticado por ter ficado ligado ao golo dos gunners e por falhar um penálti no desempate.

Audi Cup é ‘teste final’

Segundo o diário alemão ‘Bild’, a permanência de Renato no plantel do Bayern “é muito complicada” e o “empréstimo será a melhor solução” para que possa ter os “minutos necessários à sua evolução” nesta fase da carreira. E o jornal garante mesmo que o Torneio Audi Cup, agendado para 3ª e 4ª feira será o ‘teste final’: se for convocado, Renato pode alimentar esperanças de ficar no Bayern. Mas, segundo a mesma publicação, o futuro do médio até já deverá estar decidido nessa altura…

Milan quer marcar nova reunião

O Milan tencionava comprar Renato Sanches mas terá, segundo as palavras de Rummenigge, de se contentar com um empréstimo de uma época que implicará, necessariamente, algum investimento. A imprensa italiana adiantava ontem que os rossoneri querem marcar nova reunião com o Bayern para 2.ª feira, a fim de resolver a situação, mas só estão dispostos a pagar, no máximo, 3,5 milhões de euros pela cedência.

Algo que estará longe das pretensões alemãs: o Bayern deverá exigir 5 milhões de euros para ceder Renato por um ano, segundo informações difundidas em vários jornais alemães, pelo que as negociações não serão assim tão fáceis. Ainda assim, poderá prevalecer o desejo do médio e do próprio Bayern: que Renato jogue com maior regularidade e os alemães poderão ceder.

Autores: Diogo Jesus e Hugo Neves

Previous
Next